Teatro do Kaos apresenta história de migrante nordestino no Sesc Piracicaba

2015_teatro_kaos

Foto: Sander Newton

Na próxima  quarta-feira (12), às 20h, o Grupo Teatro do Kaos apresenta  Os sapatos que deixei pelo caminho,  no Sesc Piracicaba. Os ingressos estão à venda no Portal SescSP e na Central de Atendimento e custam entre R$ 6 e R$ 20.

Escrita por Cícero Lopes e dirigida por Marcos Felipe, a peça conta a história de Poim, nascido no povoado de Sabiá, no sul do Piauí, que vem para São Paulo em busca dos sonhos. Preconceito, determinação, sonho, amor, luta e superação são alguns dos temas tratados em Os sapatos que deixei pelo caminho, que leva o público a uma profunda viagem sobre os desafios impostos pela vida.

Teatro do Kaos – Fundado em 97 em Cubatão (São Paulo), o grupo é considerado de Utilidade Pública Municipal pela Lei 2576/99 e de Utilidade Pública Estadual pela Lei 15.275/2013. Entre as peças encenadas estão Caim; A Divina Comédia; A flor do mangue; Bailei Na Curva; O Guarani; Os Filhos Da Política, A Aurora da minha vida, O sonho de uma noite de verão, Rô E Ju, A Bela e a Fera, Pinóquio, A Mandrágora, Este ovo é um galo, Caminhos Da Independência, A Falecida; e outras. Há 13 anos promove a encenação Caminhos da Independência, que faz parte do calendário oficial da cidade, conforme lei municipal 2848/03.

Circo Guaraciaba homenageia seus artistas veteranos em Avental Todo Sujo de Ovo no Folias

Foto: Rafael Côvre

Foto: Rafael Côvre

O  Circo-Teatro Guaraciaba, perto de completar 70 anos, homenageia seus veteranos artistas com o melodrama Avental Todo Sujo de Ovo, no Galpão do Folias, em São Paulo, com entrada gratuita. As apresentações acontecem na terça (11) e quarta-feira (12), às 21h.

Com direção do diretor Dagoberto Feliz, do Grupo Folias d’Arte de São Paulo, o espetáculo narra a aflição de um casal que não vê seu filho há quase vinte anos. Porém, o mesmo reaparece de maneira surpreendente, despertando dilemas atuais. Avental Todo Sujo de Ovo propõe ao público  refletir sobre amor e tolerância.

Breve história – O Circo-Teatro Guaraciaba foi iniciado por Antonio Malhone, famoso palhaço Pirolito, em 26 de junho de 1946, no bairro Jaçanã, em São Paulo. O Circo recebeu esse nome em homenagem à sua filha, na época com dois anos de idade. Com vasto repertório (mais de noventa textos, entre comédias e dramas), não repetia seus espetáculos, o que era um forte trunfo do Circo-Teatro. Com quase 70 anos de existência, hoje o grupo remonta os grandes clássicos do passado e alguns textos atuais, buscando cada vez mais a proximidade e identificação com seu público.

SERVIÇO:
Local: 

Galpão do Folias
Endereço:
Rua Ana Cintra, 213 – Santa Cecília (próximo do metrô Santa Cecília), em São Paulo
Dias e horários:
11 e 12 de agosto, às 21h
Classificação:
12 anos.
Os ingressos serão distribuídos gratuitamente uma hora antes do início do espetáculo.

Festival de Brasília divulga filmes competidores da 48ª edição

2015_fest_brasiliaNesta segunda-feira (27), foram divulgados os filmes que disputarão a 48ª edição do Festival Brasília do Cinema Brasileiro, que será realizada de 15 a 22 de setembro. Seis filmes de longa-metragem e 12 filmes de curta e média-metragens de todos os gêneros foram escolhidos dentre 130 longas-metragens, 221 médias e 237 curtas-metragens de vários estados.

LONGAS-METRAGENS SELECIONADOS

  1. A Família Dionti, de Alan Minas, 97min, RJ, 2015
  2. Big Jato, de Claudio Assis, 92min, PE, 2015
  3. Fome, de Cristiano Burlan, 90min, SP, 2015
  4. Para Minha Amada Morta, de  Aly Muritiba, 115min, PR, 2015
  5. Prova de Coragem, de Roberto Gervitz, 90min, RS, 2015
  6. Santoro – O Homem e sua Música, de John Howard Szerman, 85min30, DF, 2015

CURTAS E MÉDIAS-METRAGENS SELECIONADOS

  1. A Outra Margem – Nathália Tereza, 26 min, MS, 2015
  2. À Parte do Inferno – Raul Artuso, 22min, SP, 2015
  3. Afonso é uma Brazza – Naji Sidki e James Gama, 23min, DF, 2015
  4. Cidade Nova – Diego Hoefel, 14min, CE, 2015
  5. Command Action – João Paulo Miranda Maria, 13min, SP, 2015
  6. Copyleft – Rodrigo Carneiro, 29min30, MG, 2015
  7. História de uma Pena – Leonardo Mouramateus, 30min, CE, 2015
  8. O Corpo – Lucas Cassales, 16min, RS, 2015
  9. O Sinaleiro – Daniel Augusto, 15min, SP, 2015
  10. Quintal – André Novais Oliveira, 20min, MG, 2015
  11. Rapsódio para o Homem Negro – Gabriel Martins, 24min, MG, 2015
  12. Tarântula – Aly Muritiba e Marja Calafange, 20min, PR, 2015

6º Festival de Música Erudita de Piracicaba começa no dia 19

2015_Jamil_Maluf

Foto: Bolly Vieira

A 6ª edição do Festival Internacional de Música Erudita de Piracicaba, Feimep, começa neste domingo (19), às 17h, no Teatro Erotídes de Campos, no Engenho Central. Na abertura, apresentação da Orquestra Sinfônica, conduzida pelo maestro Jamil Maluf, que está em sua terceira participação no evento. A entrada é gratuita, com retirada antecipada dos ingressos.

A Orquestra presta homenagem a Alexander Scriabin, compositor russo que completou o centenário de morte em abril. Considerado um dos compositores mais inovadores do século 20, Scriabin chegou a ser chamado de “pai da música do futuro”. O maestro Jamil Maluf também conduz peças de Brahms e Tchaikovsky, e recebe a pianista Jasmin Arakawa, professora na Universidade de South Alabama, nos Estados Unidos, e que dedica-se ao repertório de compositores espanhóis e latino-americanos.

Foto: Makoto Ando

Foto: Makoto Ando

INGRESSOS – Especialmente para a abertura da sexta edição do Feimep, a distribuição dos ingressos para as duas apresentações da Orquestra Sinfônica de Piracicaba será feita no sábado, 18, das 14h às 18h, e no domingo, 19, a partir das 13h. A capacidade do Teatro Municipal Erotídes de Campos é de 422 lugares, sendo permitidos dois ingressos por pessoa.

O 6º Feimep ocorre até 25 de julho de 2015, com programação pedagógica e artística. 

SERVIÇO – Concerto da Orquestra Sinfônica de Piracicaba. Domingo, 19, no Teatro Municipal Erotídes de Campos (Avenida Maurice Allain, Parque do Engenho Central). Horários: 14h (ensaio aberto ao público) ou 17h (abertura do 6º Feimep). Os ingressos são gratuitos. Classificação livre. Mais informações: (19) 3413-5212